10 ideias para viver numa comunidade mais ecológica

Com o tema do aquecimento global a ser cada vez mais discutido, é necessário que todos ponham a mão na consciência e meditem sobre o que podem fazer para deixarem de contribuir para o declínio do nosso planeta ou pelo menos para reduzir a sua pegada de carbono. Nos nossos hábitos do dia-a-dia existem imensos comportamentos preocupantes no que diz respeito ao ambiente que devem ser abertamente discutidos e ensinados a todos. É certo que a maioria das pessoas pensa que não faz a diferença, mas se todos fizerem algo, isso já é significativo. Para viver uma vida mais ecológica, é importante que, para além dos nossos atos pessoais, sejamos ativos nas nossas crenças ambientais e alertemos outros para que estes também despertem a consciência ambiental em si para que possamos todos viver numa comunidade mais ecológica, numa sociedade mais ecológica. Ficam aqui 10 formas de se viver numa comunidade mais ecológica, para que possa ler, refletir e contribuir para a melhoria da situação ambiental em que estamos.

1. Reciclagem

A ideia da reciclagem teria que ser incluída nesta lista por ser uma necessidade que muitos ignoram. Ao renovar e reutilizar materiais, estamos a poupar o planeta e não estamos a recorrer sistematicamente à fonte. Isto funciona não só para os itens separáveis nos ecopontos, mas também para a água e para o gás, por exemplo.

2. Poupança e reutilização

Para além da reutilização, há também que poupar materiais. Não se deve descartar aparelhos avariados, não se deve mudar de telemóvel só porque saiu um de nova geração, não se deve gastar água como se fosse um dado adquirido. Ao lavar os dentes, a loiça, o corpo, quando não necessitar da água, desligue a torneira. Reutilize sacos de plástico, desligue os eletrodomésticos quando não estão em uso. Poupe papel, energia, use lâmpadas económicas, a lista continua.

3. Compras inteligentes

É importante que tenha noção do que está a comprar sempre que se dirige, por exemplo, ao supermercado. Opte por produtos biológicos, por vegetais, leguminosas, produtos que sejam feitos no seu país.

4. Agricultura inteligente

Seria uma grande ajuda para o ambiente se se parasse de usar os produtos químicos utilizados na agricultura que danificam o ecossistema e, por consequência, nos prejudicam. Outro ponto bom para a ecologia na agricultura é a compostagem e o consumo próprio.

5. Aproveitamento de alimentos

Todos os dias há fruta e vegetais a serem rejeitados por não terem o aspeto necessário para estarem expostos nas prateleiras. Estes produtos estão bons para serem ingeridos, simplesmente não são bonitos o suficiente. Há que ver os alimentos pela sua função e não pelo seu aspeto. Além deste ponto, todos os dias milhões de alimentos são deitados fora por estarem fora do prazo. Estes alimentos deverão ser reaproveitados, uma vez que o prazo é meramente indicativo em grande parte dos casos e é absurdo que se deite fora comida que faz falta a muita gente. Esta comida devia ser vendida a preços mais baixos ou doada a quem precisa.

6. Gastos dos veículos

Ao comprar um veículo, por exemplo, deveríamos preocupar-nos com os seus gastos financeiros, mas também ambientais devido às emissões de dióxido de carbono ou gastos de gasolina ou gasóleo que são energias não-renováveis.

7. Aposta nas energias renováveis

É desnecessário esgotarmos as fontes de energias não-renováveis quando temos imensas opções energéticas. É imperativo que se comece a apostar cada vez mais nas energias renováveis até que se consiga a independência das outras energias.

8. Aposta nos transportes coletivos

Tendo em conta que a grande maioria dos veículos é ainda dependente de energias não-renováveis, deveria haver mais consciencialização para o uso de transportes públicos, bem como estes deviam ser mais abrangentes, baratos e amigos do ambiente. Em alternativa, existem as opções de partilhar carros ou ir para o trabalho de bicicleta ou a pé.

9. Utilização de produtos amigos do ambiente

Nunca é demais relembrar que existem alternativas aos produtos nocivos para o planeta e que os produtos ecológicos são a escolha mais acertada a fazer.

10. Atenção ao consumismo

Para além das energias renováveis e da escolha de alimentos biológicos, poderá optar por alimentos que não sejam produto da industrialização do consumo de alimentos, isto é, optar por alimentos cuja produção não represente um problema no que diz respeito à produção de gases tóxicos e ao gasto de energia não-renovável.

É muito importante optar por práticas e hábitos ecológicos e que estes sejam partilhados. É importante que se crie uma consciência global para que se comece a tratar do planeta de forma mais ecológica, vivendo, portanto, numa comunidade mais ecológica.

A sua votação: