6 cuidados a ter com as lâmpadas economizadoras de energia

Trocar lâmpadas tradicionais por lâmpadas economizadoras de energia é uma das estratégias ecológicas mais simples e rápidas de colocar em prática. No entanto, talvez o que não sabia é que existem diversos cuidados a ter com as lâmpadas fluorescentes compactas, de forma a que estas sejam realmente eficazes no que toca a favorecer o meio ambiente e os custos energéticos.

Porquê lâmpadas economizadoras de energia?

Embora mais caras do que as lâmpadas tradicionais (lâmpadas incandescentes), a verdade é que as lâmpadas fluorescentes compactas (LFC) ou lâmpadas economizadoras de energia apresentam várias vantagens ecológicas: as LFC duram dez vezes mais que as lâmpadas incandescentes; produzem cerca de 90% menos calor do que as lâmpadas tradicionais; e necessitam apenas de 25% da energia utilizada pelas lâmpadas incandescentes para produzir a mesma luz. Tendo em conta estes últimos dois pontos, as lâmpadas fluorescentes compactas gastam menos eletricidade, produzindo menos dióxido de carbono – o que é uma excelente forma de reduzir a sua pegada de carbono. Precisa de mais motivos para fazer a troca em sua casa?

6 cuidados a ter com as lâmpadas economizadoras de energia

  1. Uma lâmpada LFC de 40 watts não é igual a uma lâmpada incandescente de 40 watts – é muito mais forte! Por isso, quando trocar as suas lâmpadas tradicionais por lâmpadas economizadoras de energia, certifique-se que esteja a fazer uma troca adequada. Neste caso, uma lâmpada normal de 40 watts equivale a uma lâmpada LFC de 8-10 watts: para facilitar a tarefa, esta informação normalmente consta na embalagem da lâmpada.
  2. Ainda no que toca à compra de lâmpadas economizadoras de energia, certifique-se que na sua caixa consta o símbolo “Energy Star”, caso contrário pode acabar por adquirir uma lâmpada LFC de pouca duração.
  3. Não rejeite uma lâmpada economizadora de energia porque demora muito tempo a acender por completo – esta é uma das principais características das lâmpadas LFC e, no fundo, é uma questão de hábito.
  4. As lâmpadas economizadoras de energia não são adequadas para utilizar como luz direta ou foco, sendo mais eficazes para iluminar ambientes de forma indireta e para serem utilizadas em candeeiros de mesa, por exemplo.
  5. Para obter a melhor performance de uma lâmpada economizadora de energia, esta necessita de estar ligada durante pelo menos 15 minutos de cada vez – ligar e desligar uma lâmpada LFC repetidamente encurta o seu tempo de vida. Neste sentido, estas lâmpadas devem ser reservadas para locais onde estarão acesas durante mais tempo.
  6. Se partir uma lâmpada LFC é necessário ter algum cuidado na limpeza dos cacos, uma vez que estas lâmpadas contêm cerca de 4mg de mercúrio, um metal considerado tóxico e prejudicial para a saúde. Se partir uma lâmpada economizadora de energia faça o seguinte:
    • Abra uma janela, saia da divisão e feche a porta, deixando-a ventilar durante cerca de 15 minutos.
    • Calce umas luvas e proteja os olhos, nariz e boca.
    • Utilize 2 pedaços de cartão para apanhar os cacos, colocando-os num saco plástico (evite usar a vassoura ou o aspirador porque podem gerar mais pó e ainda ficar com vestígios do mesmo).
    • Para apanhar os vidros mais pequenos, utilize uma tira de fita-cola larga, colocando-a no mesmo saco plástico no final.
    • Limpe o chão ou superfície com um pano ou folha de papel humedecida e deite fora.
    • Retire as luvas e coloque-as no saco plástico, fechando-o bem.
    • Deposite o saco plástico imediatamente no contentor do lixo ou coloque-o no exterior da casa.
    • Lave bem as mãos.
A sua votação: